Um clássico.

Estamos ainda dentro do mês do Dia Mundial do Rock, e vamos continuar conferindo alguns clássicos absolutos aqui no nosso espaço. Mas antes é importante reforçar, que a ideia aqui é propor uma sugestão para que você ocupe um tempinho do seu dia conhecendo algumas curiosidades e o mais importante, preenchendo um pedaço do seu tempo com uma boa dose de música pesada. E o clássico de hoje é o álbum do Black Sabbath, Paranoid.

Paranoid” é o segundo álbum de estúdio da banda de heavy metal inglesa Black Sabbath e foi lançado em 18 de setembro de 1970. A banda voltou ao estúdio com o produtor Rodger Bain em junho de 1970, apenas quatro meses após o lançamento do seu disco de estreia. “Paranoid” foi gravado no Regent Sound Studios e Island Stúdios em Londres, Inglaterra.

A maioria das músicas de “Paranoid” foram idealizadas durante improvisações no palco, principalmente graças a Tony Iommi e seus rifes. A banda quando foi para a gravação mal tinha quatro músicas totalmente prontas, e teve que terminar as demais para completar o trabalho em meio a uma correria dentro do estúdio. “Paranoid” foi originalmente intitulado de “War Pigs”, mas a gravadora supostamente mudou o título, por medo de uma reação negativa por causa da Guerra do Vietnã que estava em andamento. Ozzy Osbourne anos depois afirmou que a mudança de nome não teve nada a ver com a Guerra do Vietnã, e se deveu inteiramente por que a gravadora queria que o álbum tivesse o mesmo nome do primeiro single.

O single para a música “Paranoid” foi lançado em setembro de 1970 e alcançou o número quatro nas paradas britânicas, permanecendo sendo o único Top 10 do Black Sabbath por décadas. Importante citar também que “Paranoid” foi o único LP da banda a liderar a parada de álbuns do Reino Unido até o lançamento do CD “13” em 2013. Já o lançamento de “Paranoid” na America foi adiado até o começo de 1971, com o trabalho chegando a 12ª posição nos EUA em março do mesmo ano praticamente sem tocar em rádio alguma.

Para divulgar o disco o Black Sabbath realizou diversos shows em setembro e outubro de 1970 com datas no Reino Unido e Europa para em seguida rumar para a America do Norte com datas agendadas entre novembro e dezembro. Na primeira semana de 1971 reiniciam os shows passando novamente pelo Reino Unido. Após duas datas únicas na Austrália e Holanda, retornam aos EUA para mais uma série de apresentações, já com o LP lançado e visando as paradas americanas. A última data da tour de “Paranoid  aconteceu em 13 de abril de 1971 no Royal Albert Hall, em Londres.

Os sucessos tanto do single como do LP, que permitiu que a banda viajasse para os EUA pela primeira vez, também gerou o lançamento do segundo single do álbum, “Iron Man“. Embora não tenha atingido o top 50, “Iron Man” continua sendo uma das músicas do Black Sabbath mais populares nos EUA. “Paranoid” é o álbum mais vendido do Black Sabbath nos Estado Unidos. O álbum foi classificado na posição 131 na lista da revista Rolling Stone chamada “500 Albums of All Time“. Já em 1989, a revista Kerrang! listou o LP na 39ª posição entre os “100 Maiores Álbuns Heavy Metal de todos os tempos “.

Como nem tudo são flores, no início dos anos 70 uma enfermeira americana cometeu suicídio e o álbum “Paranoid” foi encontrado em sua casa. A possível influência do álbum em sua decisão de cometer suicídio foi citada no inquérito, mas foi decidido que o Black Sabbath não teria nada com o problema. Nos anos 90 o Judas Priest sofreria com um problema parecido, mas isso é assunto para outra oportunidade.

No Brasil o Black Sabbath era bem conhecido e fazia parte com boa frequência de programas como o Som Pop e o Rock Concert – programa que citamos na nossa sugestão sobre o álbum “Led Zeppelin IV”. “Paranoid” teve diversas reedições ao longo dos anos aqui no Brasil, mas praticamente todas com capa simples. Porém uma edição da RGE com selo Nems chamou atenção por ser dupla, como a edição inglesa, e conter uma famosa foto em preto e branco da banda posando ao ar livre em uma colina gramada. E é justamente uma cópia dessas que também pertencia à coleção de discos dos meus irmãos.

Paranoid” foi fundamental dentro do caminho que a banda britânica construiu ao longo dos anos e ajudou a moldar grande parte das principais referências e características que o Heavy Metal possui até os dias de hoje. Sem “Paranoid” não existiria o Black Sabbath e sem o Black Sabbath, sabe-se lá quanto tempo levaria para o universo da música pesada, ser o que é. É um clássico absoluto. Os links estão à disposição, como sempre. Até a próxima com mais um clássico.

Dados:

Lançamento: 18 de setembro 1970.

Selo: Vertigo (EUA/UK); RGE (Brasil).

Produção: Rodger Bain.

Singles:

  • Paranoid lançado em agosto de 1970;
  • Iron Man / Electric Funerallançado em 1971 (US only).

 

Black Sabbath:

Ozzy Osbourne – vocals

Tony Iommi – guitar, flute on “Planet Caravan”

Geezer Butler – bass guitar

Bill Ward – drums, congas on “Planet Caravan”

Lado A

1.”War Pigs    

2.”Paranoid    

3.”Planet Caravan  

4.”Iron Man

Lado B

1.”Electric Funeral 

2.”Hand of Doom    

3.”Rat Salad” (instrumental)      

4.”Fairies Wear Boots