“Muito talento e beleza”

Mais um final de semana chegando e melhor ainda se for com boa música pesada. Importante reforçar, que a ideia aqui é propor uma sugestão para que você ocupe um tempinho do seu dia conhecendo algumas curiosidades e o mais importante, preenchendo um pedaço do seu tempo com uma boa dose de música pesada. E a dica de hoje é o álbum do Vixen, Rev It Up, que completou 30 anos recentemente.

Rev It Up” é o segundo álbum da banda americana de hard rock Vixen, lançado pelo selo EMI em 17 de julho de 1990. O responsável pela produção foi Randy Nicklaus. Por não ter feito o mesmo sucesso que seu predecessor – o álbum Vixen (1988) – a gravadora EMI não renovou o contrato com o grupo. Portanto, este álbum é o último lançamento da banda por uma grande gravadora. O carro de corrida na capa da versão americana de “Rev It Up” pertencia à lenda do automobilismo local, Bobby Baldwin. Já as capas europeias e japonesas (e a brasileira) mostram uma foto da banda.

Após muitas idas e vindas a formação chamada de clássica da banda se firmou em 1987 com Jan Kuehnemund, Janet Gardner, Roxy Petrucci e Share Pedersen. Todas, menos Jan, participam em pontas do documentário de Penelope Spheeris, “The Decline of Western Civilization II:The Metal Years” em 1988.

Após o bom resultado que o disco de estreia obteve o Vixen viajou pelo mundo, apoiando bandas como Ozzy Osbourne, Scorpions e Bon Jovi, além de liderar seus próprios shows. A banda voltou para o estúdio no final de 1989 para gravar seu álbum seguinte, “Rev It Up” e partiu para a nova tour com seus próprios shows e servindo de apoio para Deep Purple e Kiss. O grupo se separou em 1992 devido a diferenças musicais, mas voltou a se reunir alguns anos depois sem Jan.

Três singles/clipes foram lançados para promover “Rev It Up“: “How Much Love“, número 44 na Billboard Hot 100; “Love Is a Killer” com a posição 71 na mesma parada e “Not a Minute Too Soon“, que alcançou na UK Singles Chart a posição 37. Os clipes de “How Much Love” e principalmente “Love Is a Killer” tiveram boa aceitação na MTV americana. Já o disco entrou na parada de álbuns do Reino Unido, a UK Albums, em 20º lugar e na parada americana Billboard 200 na posição 52, não obtendo certificações.

A EMI investiu também em anúncios de pagina inteira em publicações especializadas enquanto a banda caia na estrada. Foram mais de 90 shows para a ‘Rev It Up Tour’, que começou em 25 de agosto de 1990 em Santa Clara, Califórnia e se estendeu até 21 de março de 1991, em Barcelona, Espanha. O Vixen visitou ao longo da tour, além da Espanha, Inglaterra, Escócia, Bélgica, Holanda, Noruega, Suécia, Finlândia, Suíça, França, Alemanha, Canadá e diversas cidades de seu país natal.

No Brasil o Vixen teve uma modesta exibição televisiva com o clipe de “Crying”, do primeiro LP, passando algumas vezes no programa Clip Trip da TV Gazeta-SP e as revistas nacionais divulgando novidades sobre o grupo esporadicamente. Já os clipes do álbum “Rev It Up” só rolaram por aqui com a chegada da MTV Brasil e por pouquíssimas vezes no programa especializado da emissora, o Furia Metal. O LP “Rev It Up” recebeu um tratamento de luxo por parte da representante brazuca da EMI, com encarte interno envelopado para letras, informações e foto da banda. A minha cópia foi comprada em uma loja da Galeria do Rock no dia 3 de setembro de 1990.

O Vixen é uma das bandas femininas de maior sucesso dentro do universo da música pesada, mesmo que a um nível mais popular por um curto período. A banda continua na ativa, fique ligado.  Os links estão à disposição como de costume. Até a próxima.

(Nota: Esta semana publicamos uma entrevista exclusiva com a batera Roxy Petrucci. Se ainda não conferiu o link está ali logo no final.  \m/ )

Dados:

Lançamento: 17 de julho de 1990.

Selo: EMI (EUA); EMI (Brasil).

Produção: Randy Nicklaus.

Singles:

How Much Love” em 1990;

Love Is a Killer” em 1990;

Not a Minute Too Soon” em 1991.

Vixen:

Janet Gardner – lead vocals, rhythm guitar

Jan Kuehnemund – lead guitar, backing vocals

Share Pedersen – bass, backing vocals

Roxy Petrucci – drums, backing vocals

Additional musicians:

Michael Alemania – keyboards

Lado A

1.”Rev It Up”   

2.”How Much Love

3.”Love Is a Killer”  

4.”Not a Minute Too Soon”       

5.”Streets in Paradise”      

Lado B

1.”Hard 16”      

2.”Bad Reputation”  

3.”Fallen Hero”         

4.”Only a Heartbeat”

5.”It Wouldn’t Be Love”   

6.”Wrecking Ball

Japanese CD edition bonus tracks:

Edge of a Broken Heart” (live)        

Cruisin‘” (live)

Entrevista exclusiva com Roxy Petrucci:

https://headbangersbr.com/entrevista-exclusiva-roxy-petrucci/