“Pequena obra-prima do Death Metal técnico nacional”

NOTA: 4,5/5.

Da esquerda para a direita: Jolson Ximenes (baixo), Daniel Boyadjian (guitarra), Juliana Costa (teclado), Amaudson Ximenes (guitarra) e Dangelo Feitosa (bateria).

Em meio a todo tipo de dificuldades, numa época cheia de contrassensos, a banda Obskure surge como um dos pioneiros do estilo Death Metal no estado do Ceará. No início, a música praticada pela banda, era nada mais do que uma réplica das bandas gringas (Carcass, Benediction, Napalm Death, etc.) dos gêneros mais brutais. […] O ano era 1989, e os músicos, ainda garotos, já vislumbravam um futuro como artistas do Metal, por isso, logo gravaram demos (que mais tarde, viraram EPs) com vistas ao lançamento de um álbum no futuro.

Quem teve a oportunidade de ouvir as demo-tapes sabe o quanto o grupo evoluiu até o produto final do primeiro álbum completo. Overcasting apresenta refinamentos nunca antes mostrados pela banda nos trabalhos de estúdio e foi concebido sob a forma de um disco incrível em relação aos padrões nacionais. Combinando peso (Unraveling), agressividade (Sick Word), melodia (Impure Awareness) e até momentos de delicadeza (Brave´s Arrival), a banda demonstrou um amadurecimento surpreendente. Eu diria mesmo que se o este disco houvesse sido produzido por uma gravadora gringa, a banda poderia ter se juntado aos grandes nomes do metal nacional com carreiras internacionais. Infelizmente a produção da época pecou por detalhes que impediram que o grupo atingisse o seu potencial na totalidade. Todavia, no geral, a música aqui contida é poderosa e bela. E o mais importante: ganhou o respeito e a atenção do público de todo o país. E no momento em que este texto era escrito, estava saindo do forno mais uma prensagem desse material. Só que desta vez será uma edição comemorativa pelos 30 anos de atividade da banda. Este relançamento virá remasterizado numa versão de luxo com Slipcase, 2 bonus track regravadas com a formação atual e a arte da capa revisitada pelo artista Alcides Burn (Krisiun, Lock Up, Blood Red Throne, Headhunter D.C…). Terá, ainda, novo encarte no formato livreto com 12 páginas e fotos. Inclusive, como forma de promoção, as 100 primeiras cópias virão com um pôster tamanho ‘A2’ com a nova arte.

A versão original do álbum tinha 12 faixas e aproximadamente 45 minutos de duração. Outros destaques do álbum, na opinião deste que vos escreve, são: Eternal And True, Overcasting, Pt. I: Misteries e Overcasting, Pt. II: Absence of Knowledge.

 

> Texto originalmente publicado no blog Esteriltipo.