Sim senhores, mal estamos nos despedindo de 2021 e nós já estamos vindo com alguns discos que irão sair na primeira semana de Janeiro do vindouro, e esperançoso, ano de 2022 e pra começarmos, muito bem, o Wilderun, banda Estadunidense de Boston, Massassuchets irão lançar, no dia 4 de Janeiro o incrível Epigone, um disco belo em diversas fomas e também agressivíssimo.

A banda, formada por Daniel Müller(baixo, sintetizadores e folk), Jon Teachey(bateria), Evan Anderson Berry(vocais e guitarra), Wayne Ingram(guitarras, orquestrações e folk), nos mostra como uma banda pode ter diversas influências e expressar todas delas de uma forma limpa, coesa e muito, mas muito agradável de se ouvir.

O disco é relativamente curto, com 9 músicas, mas com faixas épicas, como a linda Woolgatherer, a belíssima Identifier, a ótima Passenger e a Saga Distraction, que é dividida em 3 partes e a Nulla. A primeira faixa, Exhaler, nos mostra que o disco poderia caminhar, mas se esqueça disso, teremos no caminhar das 9 faixas, esses momentos acústicos lindos e com a belíssima voz de Evan Anderson Berry, nos levando a momentos mais do que lindos e viajantes, sendo que, a banda vem e nos mostra o seu lado mais pesado, com passagens fortes, com Blast Beats espalhados pelas suas composições ímpares, todas com muita personalidade.

Se você for tentar comparar o Wilderun com alguma banda, diria que eles estão, bem próximos ao Opeth em seu auge criativo, com o BlackWater Park, Still Life e também tem uma certa proximidade ao atual gênio do Rock Pesado, Devin Townsend e seus projetos mais atuais, mas o Wilderun tem muita personalidade e força, o que faz deles uma banda mais do que promissora e que agradará e muito os fãs do Prog Metal por aí, com certeza esse será um disco que poderá e, dentro do que eu acho, deve ser e muito comentado pelo cenário, que início de ano senhoras e senhores, que início de ano.

NOTA: 4,5 / 5