Em uma sessão de perguntas e respostas aos fãs, o guitarrista do Sepultura, Andreas Kisser, falou sobre a sua visão da atual política global. Ele comenta:

O mundo inteiro está passando por esse tipo de ponto de vista da direita, como você queira chamar, para nossa sociedade, política e outras coisas. Na Polônia, eles estão passando pelo mesmo tipo de situação – e adivinhe, nos Estados Unidos e aqui no Brasil também. É realmente uma situação muito triste, porque parece que estamos voltando atrás.

“Houve muitos ganhos historicamente nos direitos humanos e na batalha contra o racismo, o movimento das mulheres e o feminismo e tudo isso, por isso é realmente insano que estamos passando por isso de novo e mais insano que muitas pessoas ainda acreditam e realmente apoiam esse tipo de ponto de vista ou tipo de ideologia.

“Mas a música está aqui e o metal salva. Temos muitas coisas para conversar, e isso realmente nos inspirou. Você vê por volta dos anos 80, quando Ronald Reagan era o presidente dos Estados Unidos e também de extrema direita, conservador e outras coisas, e toda a batalha e a guerra contra as drogas, que foi um fracasso completo e uma completa estupidez. Mas você vê que o thrash metal e punk, realmente cresceram muito naqueles dias. Você vê Dead Kennedy e até Metallica, você teve os temas políticos que realmente inspiraram os músicos e eles fizeram ótimos álbuns, o que me inspirou a ser músico e fazer parte de uma banda. Então, acho que temos que tirar proveito de situações como essa e ser um pouco mais positivos e não só olhar para baixo. As notícias são realmente deprimentes – são poucas as boas notícias que ouvimos hoje em dia durante toda essa quarentena e tudo mais, então é algo que a música realmente ajuda você a passar por todo esse tipo de situação.

“É um período de transição em nossas vidas e estamos passando por isso. É muito difícil, mas as coisas vão voltar – vamos ter shows, vamos ter eventos esportivos e outras coisas, mas de uma maneira diferente. Não sabemos exatamente como isso vai ser mas, no final das contas, acho que é algo positivo – muitas coisas positivas  sairá disso.

O vídeo da passagem está disponível aqui.