Em uma entrevista ao Ghost Cult magazine, o vocalista do Alice in Chains, William DuVall, comentou sobre como o impacto das mortes de Chris Cornell e Prince o influenciaram na composição de seu disco solo “One Alone“. 

Na verdade, eu estava no último show de Prince, e pensar que ele iria embora uma semana depois era inimaginável – ainda é.

“E então perdemos Cornell depois disso. Foram apenas alguns anos brutais aqui. Eu acho que todo e qualquer um de nós que estamos aqui tentando fazer algo, isso obriga você a se reconciliar com o fato de que amanhã não é garantido para nenhum de nós, e seja o que for que você esteja fazendo em sua vida, esse tipo de choque pode ser um alerta real para acelerar o seu jogo ou mantê-lo, se você já estiver operando em um nível alto, para não cair, e para estar sempre mais consciente de como está se movendo no mundo e o que você deve deixar aqui quando for, sempre que for.

“Devo dizer que esse tipo de coisa também fazia parte do mecanismo que conduz o processo de tomada de decisão sobre o lançamento de um álbum como ‘One Alone'”. Certamente perdendo amigos e perdendo Cornell, e os dois caras que eu admirava tremendamente e os dois que podiam se apresentar em uma variedade de cenários, incluindo apenas fazer um show de um homem, tanto quanto foi um choque e tanto quanto causou muita tristeza, também foi um pouco difícil, tipo, ‘Talvez você possa ir em frente e colocar essas músicas como estão. Não faça nada com elas. Talvez você possa sair e faça alguns shows como esse – prove para si mesmo, prove para qualquer pessoa que se importe e veja o que acontece. E aconteça o que acontecer, pelo menos você fez – pelo menos você tentou. Isso foi parte do processo de tomada de decisão e parte da motivação, com certeza – algumas das perdas que sofremos nos últimos anos.”

O vídeo completo da entrevista você vê logo abaixo.