O maior clássico do Rock PrO(P)gressivo.

Começando outro final de semana com uma bela dica para você aqui no nosso espaço. Sempre lembrando que a ideia aqui é propor uma sugestão para que você ocupe um tempinho do seu dia conhecendo algumas curiosidades e o mais importante, preenchendo um pedaço do seu tempo com uma boa dose de música pesada. E nossa sugestão de hoje é um clássico de muitos estilos, pois se trata do álbum “90125” da banda YES.

90125” é o décimo primeiro álbum de estúdio da banda inglesa de rock progressivo YES e foi lançado em 7 de novembro de 1983 pela gravadora ATCO Records com produção de Trevor Horn. O curioso nome levantou várias teorias entre os fãs da banda sobre o seu significado, mas o número em questão é simplesmente uma menção ao código do álbum no catalogo da gravadora.

O YES atravessou um período indeciso que culminou em sua dissolução em 1981, após o LP “Drama” de 1980. O baixista Chris Squire e o baterista Alan White formaram a banda Cinema com o guitarrista, cantor e compositor Trevor Rabin e o tecladista Tony Kaye, que havia deixado o YES em 1971, e começaram a gravar um álbum. Eles adotaram uma linha musical totalmente voltada para o comercial e pop cuja grande parte do material era derivado das demos solo de Rabin. Durante a fase de mixagem o cantor Jon Anderson, aceitou o convite para se juntar a seus ex-companheiros e gravar os vocais principais e, posteriormente como era óbvio de supor, o Cinema se tornou uma nova formação do YES.

As gravações começaram em novembro de 1982 e se estenderam até julho de 1983 no SARM Studios em Londres, enquanto o grupo ainda era conhecido como Cinema e contando com Horn como produtor.

90125” gerou quatro singles sendo o mais bem sucedido “Owner of a Lonely Heart“, que foi lançado um mês antes do álbum e foi direto para o número UM na principal parada americana de singles, a Billboard Hot 100, por duas semanas seguidas. Em 1984, os demais singles de “90125”, “It Can Happen“, “Changes” e “Leave It” alcançaram TOP 10 no mesmo ranking. Em 1985, a canção “Cinema” ganhou o Grammy de ‘Melhor Performance Instrumental de Rock’ e o álbum “90125” recebeu uma indicação para ‘Melhor Performance de Rock’. Em relação ao álbum, “90125”, atingiu o número 5 na parada Billboard 200 dos EUA e o número 16 no UK Albums do Reino Unido. O trabalho é um dos mais importantes da carreira do YES e continua sendo o seu álbum mais vendido, com mais de 3 milhões de cópias só nos Estados Unidos, sendo certificado no país com tripla platina.

Um VHS com uma apresentação ao vivo da banda foi produzido em 1985 e lançado pela Atlantic em um estojo muito bacana. Com a produção de Tom Dimitrades e do próprio YES, o vídeo home foi gravado em Hi-Fi e se valendo de diversos efeitos especiais de última geração para aquela época. No setlist todas as faixas de “90125” com a exceção de ”Hearts” e ”Our Song” e a inclusão de “I’ve Seen All Goof People” e “Starship Trooper

O YES promoveu o álbum com uma turnê mundial que foi de 28 de fevereiro de 1984 a 9 de fevereiro de 1985, abrangendo mais de 110 datas. Entre essas o destaque não poderia deixar de ser a participação da banda na primeira edição do Rock in Rio em janeiro de 1985, quando o YES foi headliner em duas noites e inclusive sendo a banda responsável pelo encerramento do evento.

Um fato curioso é que a banda saiu do Brasil naquela ocasião e foi se apresentar na Argentina em duas datas sold out em Buenos Aires, que marcaram a primeira vez que uma banda inglesa se apresentou no país após o conflito bélico de 1981 entre o país portenho e os britânicos, chamado de ‘Guerra das Malvinas’. Anderson relatou certa vez que o grupo foi escoltado para o país em um jato particular da força aérea e cercado por militares durante toda a visita. Eles fizeram uma teleconferência com o presidente argentino na época, Raul Alfonsín, antes de sua chegada, que garantiu sua segurança apesar das ameaças de morte relatadas contra a banda.

A recepção da crítica refletiu a grande aceitação que os velhos fãs deram a chegada de “90125”, que apesar de uma linha mais comercial e menos calcada no rock progressivo, possuía uma qualidade e elegância acima de qualquer suspeita e que capturou inúmeros novos fãs.

No Brasil, já em 1983 o YES conquistou as paradas com o single “Owner of a Lonely Heart” fazendo parte frequente dos chamados ‘Top 10’ das principais rádios comerciais da época como a Jovem Pan 2 e Cidade. O clipe da música foi exibido com muita rotatividade nos programas de vídeo clipes como Realce, Super Special e Som Pop – todos já bem conhecidos dos leitores que acompanham o nosso espaço. Após o Rock in Rio a fama da banda aqui disparou proporcionalmente ao tamanho do gigantesco evento carioca, com o YES conquistando mais espaços. Um exemplo é que o clipe de “Leave It” foi apresentado no programa Fantástico e a faixa fez parte da coletânea chamada “Rock in Rio Vol. 1 – internacional” ao lado de outros grandes nomes que estiveram presentes no festival. Já “Owner of a Lonely Heart” fez parte do volume 2 do LP “Rock in Rio – internacional”. A faixa “Changes“, que tem a peculiaridade do vocal principal pertencer ao guitarrista Trevor Rabin, agradou em cheio os ouvintes da então rádio roqueira do Grande ABC, a 97FM, fazendo parte da programação trivial da emissora também durante o ano de 1985.

O LP “90125” foi lançado no Brasil em 1983 com uma boa curiosidade, pois a edição nacional teve selos de cores diferentes (uma distribuída pela WEA e outra pela EMI), porém ambos com ênfase para a gravadora internacional da banda, a ATCO, além de encarte interno com letras e informações. Eu tenho duas cópias dessa preciosidade sendo ambos os lançamentos nacionais. A primeira eu comprei loja Hi-Fi em São Bernardo do Campo-SP em março de 1986 e a outra em peguei em uma troca em um sebo no centro velho da capital paulista em 1989.

90125” devido a sua excelência e qualidade representou um marco na carreira da banda e a grosso modo podemos dizer que o YES, umas das maiores bandas de rock progressivo de todos os tempos, simplesmente resolveu gravar o melhor disco POP de todos os tempos.  “90125” é uma verdadeira aula de boa música. Como de costume os links estão à disposição, até a próxima.

Dados:

Lançamento: 7 de novembro de 1983.

Selo: ATCO.

Produção: Trevor Horn.

Singles:

  • Owner of a Lonely Heart” lançado em outubro de 1983;
  • Leave It” lançado em fevereiro de 1984;
  • It Can Happen” lançado em junho de 1984;
  • Hold On” lançado em novembro de 1984.

Certificações:

  • EUA: 3x platina (+3.000.000);
  • Reino Unido: ouro (+100.000);
  • Alemanha: platina (+500.000);
  • Canadá: platina (+200.000)
  • Holanda: ouro (+500.000);
  • Argentina: ouro (+30.000).

Lado A

1.”Owner of a Lonely Heart”      

2.”Hold On”     

3.”It Can Happen”    

4.”Changes”     

Lado B

1.”Cinema”       

2.”Leave It”     

3.”Our Song”     

4.”City of Love”        

5.”Hearts

YES:

Jon Anderson – vocals

Trevor Rabin – guitars, keyboards, vocals

Chris Squire – bass guitars, vocals

Alan White – drums, percussion

Tony Kaye – keyboards